Emirates voltará a voar com o A380 para São Paulo a partir de outubro





A Emirates pretende voar novamente com o A380 para São Paulo a partir do dia 31 de outubro. É o que consta no inventário de vendas disponível no site da companhia árabe, considerada uma das melhores do mundo.


Confirmar a presença do rei dos ares na escala, a contar de 31 de outubro, é uma excelente notícia, já que essa será a primeira vez que o A380 retornará à América do Sul desde a suspensão dos voos de passageiros devido à pandemia de Covid-19, em março de 2020.


O site da Emirates já está mostrando os voos operados pela aeronave.


Vale lembrar que após a suspensão de voos no início da pandemia, a Emirates retomou os voos de passageiros para São Paulo em agosto de 2020, usando o Boeing 777-300ER.




O A380


Maior avião comercial do mundo, para viajar em um Airbus A380 é preciso ter no roteiro uma viagem longa, como é o caso da rota de São Paulo a Dubai.


Apesar de não ter conquistado muitas companhias aéreas, o A380 sempre encantou os passageiros nos aeroportos por onde passa. Com dois andares de ponta a ponta, o avião é facilmente reconhecido. Com todo o seu tamanho, o A380 impressiona em diversos aspectos.


O último Airbus A380 produzido realizou em março deste ano, seu voo inaugural, decolando das instalações da Airbus no aeroporto de Toulouse-Blagnac, na França, para a realização dos testes iniciais de voo.


O avião será destinado a Emirates Airlines, a principal cliente do A380, com mais de 110 aviões na frota e grande defensora do super jumbo. A companhia foi a única a superar os vinte pedidos firmes, se tornando de longe o maior operador global do gigante da Airbus.


O fim da produção do A380 ocorre de maneira precoce, visto o plano de manter o avião em linha por ao menos trinta anos, como ocorre com a maioria dos projetos comerciais modernos. Porém, o fim da linha para o modelo não é uma surpresa, sendo previsto por especialistas em decorrência da mudança do mercado global nas últimas duas décadas.


Com as incertezas para o cenário pós-pandemia, não se sabe ainda quais operadoras além da Emirates vão manter o A380 nos céus, a British Airways espera retomar os voos com o modelo após o fim da pandemia. As demais operadoras, como Singapore e Qantas ainda não definiram o futuro do gigante em suas frotas.






  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

ACOMPANHE NAS REDES

EM DESTAQUE