Referência em turismo acessível, Socorro (SP) planeja se tornar a cidade mais pet friendly do Brasil



Referência no turismo de aventura e de acessibilidade para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, a estância hidromineral de Socorro, no Circuito das Águas Paulista, lançou um plano ambicioso: ser a cidade mais pet friendly do Brasil.


O primeiro passo já foi dado, com a capacitação dos estabelecimentos turísticos da cidade e a criação de um selo de excelência, que contempla o conforto, segurança e bem-estar dos pets.


E este projeto ambicioso é respaldado por recentes pesquisas. Dados do IBGE, de 2018, aponta que há mais animais de estimação do que crianças nos lares brasileiros.



As buscas no Google por hotéis com serviços pet friendly cresceram 300% de março a setembro de 2020. Já um levantamento do site Hoteis.com, revelou no final de 2020 que 82% dos brasileiros pretendem viajar com seus animais e que 67% dos entrevistados já levaram seu companheiro de estimação em uma viagem.


“É uma tendência. Antes da pandemia as pessoas já buscavam destinos onde pudessem levar os pets. Com a pandemia, se acentuou, ainda mais com a possibilidade das viagens domésticas. Existe demanda e estamos nos preparando para isso”, diz Ana Monteiro, secretária de Turismo de Socorro.


Cidade pet friendly



Na primeira fase do projeto, foi realizado o mapeamento da cidade, um estudo de como está e como pode melhorar. A segunda, e atual, é de capacitação dos estabelecimentos.

São oferecidos quatro treinamentos: um geral para empresários de todos os setores e um focado em lazer, um em hospedagem e outro em gastronomia.


“Muitos estabelecimentos dizem ser pet friendly, mas na verdade não entendem o que significa. Nesta etapa a ideia é esclarecê-los e orientá-los sobre o que precisa ser, ter e oferecer”, explica Patrícia Camargo, especialista em pet friendly do Eu, Você e os Pets, responsável pela consultoria do projeto.





A validação dessas ações se dará com o recebimento do Selo Pet Friendly. Para isso os estabelecimentos precisarão atender requisitos básicos, ter um padrão mínimo de qualidade, que variam com o setor. É uma certificação, passa confiança e irá assegurar aos turistas que todos os lugares que tiverem o selo do projeto, passaram por treinamento e adaptaram os estabelecimentos para receber os pet.


Fonte: Site Catraca Livre

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

ACOMPANHE NAS REDES

EM DESTAQUE