Traveller Review Awards: Edição 2022 anuncia melhores destinos da Região do Nordeste brasileiro

A Booking.com divulgou os vencedores da edição de 2022 da Traveller Review Awards, premiação anual que se baseia em mais de 232 milhões de avaliações verificadas de viajantes reais e reconhece os destinos e prestadores de serviço de viagem mais acolhedores do mundo.


Em quesito de hospitalidade, o Brasil se destacou e figurou no ranking dos dez países mais acolhedores do mundo, em 8º lugar e à frente dos Estados Unidos e da Austrália


Em relação aos destinos nacionais, a plataforma revelou os destinos mais acolhedores de cada estado do país, descubra agora os vencedores da Região do Nordeste brasileiro da edição 2022 da Traveller Review Awards de acordo com a Booking.com:




Alagoas – Praia do Francês



Considerada uma das praias mais bonitas de Alagoas, a Praia do Francês é hoje um point muito procurado por quem visita Maceió. Ela está localizada na cidade de Marechal Deodoro, a cerca de 25km da capital alagoana e pode ser facilmente conhecida através de um trajeto de carro ou com as empresas turísticas que realizam passeios pela região.


Boa parte da praia está cercada por uma barreira de corais, que durante a maré baixa faz com que a praia se pareça com uma piscina de tão tranquila. É uma praia de águas calmas, perfeita para quem está com crianças e não quer encarar um local com ondas fortes.


A Praia do Francês tem várias barracas, ambulantes e um mar de tirar o fôlego! É um lugar mais indicado para conhecer em um dia útil, já que nos fins de semana suas areias ficam lotadas de gente.




Bahia – Vale do Capão



O Vale do Capão — que tem nome oficial de Caeté Açu — é quase mítico entre os viajantes mais descolados e alternativos na Chapada Diamantina. O pequeno vilarejo, incrustado em meio à exuberante natureza da Chapada Diamantina e com ares esotéricos, atrai os turistas que desejam contato direto com as belezas da região. O lugar é pequeno e formado basicamente por uma rua principal e uma praça, onde estão as agências e restaurantes locais. A graça por lá está nas pessoas que se hospedam na região, nas deliciosas pousadas em meio à natureza e nas maravilhosas atrações da Chapada Diamantina que têm o Vale do Capão como base de partida.


Passar alguns dias no Vale do Capão é sinônimo de relaxamento. A vila oferece várias opções de tratamentos para o corpo e para a alma. Uma massagem será bem-vinda, assim como um tratamento holístico para quem for da praia mais esotérica. Se o foco é mesmo só fazer trilha e curtir, aproveite a noite para conhecer pessoas, beber uma boa cerveja e experimentar a pizza da Pizzaria Capão Grande, conhecida como a melhor de toda a Chapada Diamantina.


Quem opta por se hospedar no Vale do Capão terá acesso mais fácil a atrações como a Cachoeira da Fumaça, o Vale do Pati e a trilha das Águas Claras, por onde se chega ao Morrão e ao Morro do Pai Inácio. Além delas, é possível também visitar a Cachoeira do Riachinho, a Cachoeira da Angélica e da Purificação. Vale passar uma ou duas noites na região para economizar em trajeto e, claro, curtir a onda do Vale do Capão, o lugar mais místico da Chapada Diamantina.




Ceará – Canoa Quebrada



Canoa é um dos destinos mais populares no Ceará, quando o assunto é praia. Misticismo e contato com a natureza não faltam. Muito procurada por hippies desde os anos 70, Canoa foi recentemente pavimentada e é uma boa opção para quem quer aproveitar um pouco do extenso litoral brasileiro com tranquilidade. Esse vilarejo do município de Aracati tem várias pousadas e bastante opções de restaurantes, atraindo cada vez mais pessoas.


A praia, bem extensa, com água limpinha e agradável o ano todo, tem barracas para todos os gostos. Delas você pode observar o paredão de falésias multicoloridas, marca de Canoa, que encantam quem vê de perto e deram origem à arte feita com areia que se espalhou pelo Brasil – a silicogravura.


Concorrente direta de Jericoacoara, Canoa ganha em alguns quesitos, como a estrutura. Se durante o dia a grande pedida é a praia, à noite, a estrela local é a Broadway. A rua de nome estrangeiro é onde tudo acontece - bares e restaurantes concentram-se ali, fazendo a alegria de turistas e locais.




Maranhão - Carolina



A cidade de Carolina no Maranhão é a principal base para conhecer as cachoeiras e atrações da Chapada das Mesas. A partir da cidade há vários passeios que levam a cachoeiras, piscinas naturais, grutas e balneários.


Em 1820, Elias Ferreira Barros, vindo de Belém, se fixou no local da cidade e iniciou uma povoação. Em 1823, o deputado Padre Camargo Gleury, deu o nome de Carolina ao povoado em memória da primeira imperatriz do Brasil.


A vila foi elevada à cidade em 08-07-1859. Hoje a população de Carolina no Maranhão é de 24 mil habitantes aproximadamente. Com altitude de 148 metros, em média, cidade é separada da cidade de Filadélfia TO, pelo Rio Tocantins.




Paraíba - Jacumã



Jacumã é o centro urbano da Costa de Conde. Além de suas belezas naturais, a área conta com uma estrutura de apoio ao visitante, pois concentra comércio e a vila de pescadores. A região possui moradias permanentes e casas destinadas a veraneio, sua estrutura dispõe de restaurantes, supermercados, lojas, pousadas, hotéis, postos de gasolina e etc.

A praia de Jacumã é famosa pelos eventos de verão que se iniciam na Festa de Reis e se estendem até o carnaval, sendo este o maior evento da cidade com atrações nacionais e blocos de rua tradicionais que movimentam a cidade dia e noite.


Considerada umas das praias mais lindas do litoral da Paraíba, Jacumã atrai turistas de todo o mundo e encanta com sua beleza e paisagens.




Pernambuco – Fernando de Noronha



Fernando de Noronha mexe com o imaginário de muitos brasileiros. O lugar tem fama de ser uma paraíso na Terra, e quer saber? É mesmo. Algumas de suas praias são as mais bonitas do Brasil, a água tem uma coloração incrível e a vida marinha... ah, essa é tão rica que é quase impossível descrever. O mergulho com cilindro é considerado um dos melhores do mundo e, mesmo nas praias, você pode nadar entre pequenos tubarões e tartarugas.


Com 21 ilhas e ilhotas, apenas 17km² e a menor BR do Brasil, há quem duvide que Fernando de Noronha mereça todos os elogios que se ouve, mas é tudo verdade, ninguém exagerou. Af beleza do lugar é inquestionável. Quando se fala em natureza, preservação e biodiversidade, o distrito, que pertence a Pernambuco, está de parabéns. Só vendo para crer.


Basta um mergulho pelas águas cristalinas da Baía do Sancho ou um snorkel na Baía dos Porcos para entender a magia de Noronha. As praias recortadas em meio a grandes formações rochosas parecem ter sido desenhadas à mão. A mistura de tons verdes, azuis-claros e escuros do mar são o cenário perfeito para quem busca tranquilidade e um pouco de inspiração.




Piauí – Barra Grande



Barra Grande, na Península de Maraú, é o destino certo para quem busca lindas praias em meio ao Litoral Sul da Bahia. Parte da região conhecida como Costa do Dendê, Barra Grande tem atrações incríveis para dias de descanso à beira-mar, entre elas as piscinas naturais da Praia de Taipu de Fora, o pôr do sol inesquecível da Ponta do Mutá e a (quase) secreta Praia de Algodões.


Impossível não se apaixonar por cada faixa de areia de Barra Grande, um dos mais lindos destinos entre as praias da Bahia. Aproveite enquanto a Península de Maraú ainda está tranquila, as ruas são todas de areia e os preços bem acessíveis.


Chegar a Barra Grande não é das tarefas mais fáceis, por isso o destino quase nunca está cheio. Ótima pedida para quem busca um paraíso ainda pouco explorado e, claro, sem aglomeração. Não faltam porções de praias desertas para ser feliz em Barra Grande. Esse pedacinho mágico da Bahia te espera para relaxar diante do mar, muitas vezes em praias com jeitinho de particular.




Rio Grande do Norte – São Miguel do Gostoso



São Miguel do Gostoso é uma pequena vila de pescadores, destino ideal para quem está buscando paz, lindas praias e comida boa. Conheça os melhores passeios da região que oferecem ao visitante uma experiência única e de natureza exuberante.


Tornou-se um município ao separar-se de Touros, logo foi denominada inicialmente São Miguel de Touros. Depois o Touros virou “Gostoso”, nome peculiar que vem de tempos antigos onde existia um vendedor exímio, contador de estórias e com uma risada gostosa que sempre trazia as novidades para a pequena vila de pescadores.


Não demorou muito para ele ser conhecido como “Seu Gostoso” e ter seu nome anexado ao “Povoado do Gostoso”. Atualmente, o município de São Miguel do Gostoso é pacato, com apenas 10 mil habitantes e ruazinhas pequenas.


Os Gostosenses são muito acolhedores e de uma simplicidade ímpar. O ideal é ficar pelo menos 4 dias ou mais, já que o destino é perfeito para quem busca tranquilidade e descanso, além de curtir esportes aquáticos, como o Kitesurf e o Windsurf.




Sergipe - Estância


A apenas 70 quilômetros da capital sergipana e fazendo divisa com a Bahia, Estância abriga uma das mais belas praias do litoral Sul do estado: a praia do Saco. Para quem vem de Aracaju, a viagem dura pouco mais de uma hora, com direito a paradas para comprar mangaba, fruta típica da região.


Uma vez no destino, o cenário é tranquilo, quase deserto, emoldurado por dunas, coqueiros e paredões rochosos. As águas mornas e calmas são menos turvas que as das praias da capital, fazendo um belo contraste com as brancas e finas.


Para explorar a praia, que se espalha por cerca de cinco quilômetros, as melhores pedidas são os passeios de quadriciclo ou de bugue pelas dunas.


Os passeios parrem do “meio” da praia, área mais movimenta e onde ficam as barracas bem estruturadas que servem moquecas de frutos do mar (com direito a redes para descansar após o almoço!). Motorizado, siga para as extremidades, onde o movimento é quase zero.


No caminho, vale fazer paradas em mirantes sobre as dunas para apreciar o rio Real. Um dos pontos altos do tour é a Ponta do Saco, rústica e deserta, descortina a praia de Mangue Seco.


  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

ACOMPANHE NAS REDES

EM DESTAQUE