Traveller Review Awards: Edição 2022 anuncia melhores destinos da Região Norte brasileira


A premiação anual Traveller Review Awards, que elege os destinos e prestadores de serviço de viagem mais acolhedores do mundo foi divulgada. A escolha é baseada em mais de 232 milhões de avaliações verificadas de viajantes reais.


Em quesito de hospitalidade, o Brasil se destacou e figurou no ranking dos dez países mais acolhedores do mundo, em 8º lugar e à frente dos Estados Unidos e da Austrália. Em relação aos destinos nacionais, a plataforma revelou os destinos mais acolhedores de cada estado do país.


Confira abaixo os vencedores da Região Norte brasileira da edição 2022 da Traveller Review Awards de acordo com a Booking.com:



Amapá - Macapá



Experiências marcantes e isoladas, reconexão com a natureza e autoconhecimento, assim podemos definir o que uma viagem para o Macapá oferece. É uma das cidades que se despontam como boa opção para redescobrir o Brasil.


Conhecida como a “Capital do Meio do Mundo” – por ser a única cidade brasileira cortada pela linha do Equador -, Macapá também não possui conexão por rodovia com nenhuma outra capital, sendo o acesso direto somente possível por via aérea ou marítima. Por lá pode-se observar o equinócio da primavera (março) e do outono (setembro), quando os dias e as noites têm a mesma duração.


Favorecida pela localização estratégica, com sua costa banhada pelo rio Amazonas, boa parte do turismo macapaense é dedicado à rica história e cultura, desde a formação e desenvolvimento do município aos costumes e tradições de seus habitantes. Outra parte está focada em seus amplos recursos naturais, em seu conhecimento e na luta pela sua manutenção.



Amazonas - Manaus



Uma viagem riquíssima, que mistura resquícios da mitológica Manaus da época da borracha - quando atendia pela alcunha de ‘Paris dos trópicos’ - com uma forte cultura indígena, manifestada sobretudo na culinária.


A floresta está à porta. Manaus pode servir tanto de base para rápidos passeios pela mata, como de ponto de partida para um cruzeiro amazônico ou uma temporada num hotel de selva.


Manaus e a Amazônia são visitáveis o ano inteiro, a chuva faz parte da experiência e o calor é constante. A temperatura mínima é sempre superior a 22ºC, e máxima, nunca inferior a 30ºC, em qualquer mês. As chuvas, porém, costumam dar um refresco logo depois que caem.



Pará – Alter do Chão



Alter do Chão não é uma cidade, mas um distrito de Santarém, uma das mais antigas cidades da Amazônia brasileira. A estrutura de hotéis, restaurantes e outras opções de entretenimento ainda são limitadas, mas dá para notar que já há pontos mais estilosos, sem perder a essência do lugar.


Banhado pelas águas cristalinas do Rio Tapajós e cercado pelo verde da floresta amazônica, Alter do Chão é hoje um dos destinos que mais aparecem no feed dos viajantes antenados e que adoram desbravar os paraísos brasileiros.


Com suas comunidades ribeirinhas acolhedoras, comidas cheias de temperos e sabores únicos Alter do chão conquista os turistas que querem se desprender do resto do mundo e aproveitar o que a natureza tem a oferecer.



Roraima – Boa Vista



Boa Vista é banhada pelo Rio Branco, o que pode ser um alívio nos meses mais quentes, onde a temperaturas podem chegar a 40°C e quem pensa que não pode aproveitar para se refrescar está enganado. Há diversas praias de água doce, como a ‘Praia Grande’, que fica localizada nas proximidades da Orla Taumanan, a travessia é feita por barcos. O lugar tem infraestrutura de alimentação, cadeiras, guarda sol e atrai um grande número de pessoas no verão.


Já a praia do Cauamé fica um pouco mais distante do centro de Boa Vista, nas margens de um dos principais afluentes do Rio Branco. Tem águas bem límpidas e é rodeada por vegetação Amazônica, além da estrutura de restaurantes a praia possui uma área reservada para camping.


Um bom jeito de conhecer uma cidade é reservando um city tour com guias locais, que podem contar um pouco a história dos principais pontos turísticos. Em Boa Vista, um passeio completo pelo centro histórico deve incluir a Praça das Águas e seus chafarizes iluminados, o monumento aos pioneiros que celebra a união dos nativos com os primeiros desbravadores e a Igreja Matriz que começou a ser construída em 1892 pelos missionários Franciscanos.



Tocantins - Palmas



Palmas é a capital e também a maior cidade do Tocantins, A cidade foi construída pelos trabalhadores que vieram do interior do Tocantins e de vários outros estados do país. Em 1990, Palmas passou a ser a capital do estado. De um modo geral a cidade é caracterizada pelo seu planejamento, pois foram criadas quase na mesma forma de Brasília, com a preservação de áreas ambientais, boas praças, hospitais e escolas.


O município caracteriza-se também por ser a segunda capital com melhor qualidade de vida do Norte do Brasil. Palmas é moderna, arrojada, e cresce a cada dia aliando desenvolvimento e progresso à qualidade de vida. Seus atrativos turísticos e culturais são as praias fluviais, as cachoeiras de Taquaruçu, o Parque Cesamar, artesanato de capim dourado e monumentos com arquitetura moderna e futurística que compõem a sua paisagem.

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

ACOMPANHE NAS REDES

EM DESTAQUE