Fogo de Chão: A acessibilidade em uma das churrascarias mais conceituadas do país

Atualizado: Jun 24







Fundado em 1979, o Fogo de Chão é um dos principais restaurantes quando o assunto é o churrasco brasileiro. Atualmente são 56 unidades em solo nacional, além de sedes em países como Estados Unidos; México e até mesmo no Oriente Médio.


As unidades oferecem uma farta variedade de carnes, e cortes de carnes nobres. Além de um cardápio com diversas opções de saladas, coquetéis e sobremesas. Aliada à experiência do rodizio, os clientes podem optar por mais variedades, como o Bar Fogo, ideal para um Happy Hour.


Nós fomos conferir de perto as novidades do cardápio na unidade do bairro Jardins, em São Paulo, e avaliar a acessibilidade do local.



O Espaço




Com entrada ampla faz com que a chegada de todos os clientes aconteça sem empecilhos. Na parte interna, é possível encontrar um elevador que dá acesso ao Bar do Fogo e, seguindo para o restaurante em si, a distribuição das mesas é adequada para o trânsito de pessoas em cadeira de rodas, por exemplo.


O buffet disponível no centro do salão, conta com uma bancada que auxilia muito na hora de servir, já que o cliente pode apoiar o prato nessa estrutura.



Experiência Gastronômica

Um dos cortes mais saborosos de costela em todo o mundo, o Bone-in-Ribeye, está incluso na experiência completa do rodízio Fogo de Chão a partir de 15 de junho por tempo limitado.


Fui conhecer de perto a experiência gastronômica oferecida por este corte, que está entre os mais populares dos Estados Unidos devido sua suculência, maciez e sabor único. Ele possui bastante marmoreio e é proveniente de uma parte específica da costela de Angus.


A peça é assada com o osso, o que segundo a tradição, ajuda a conferir ainda mais sabor, além de ser maturado por 21 dias e preparado em fogo alto, sendo uma verdadeira iguaria para os amantes de carne.




“Dry Aged Experience”


As unidades paulistanas começaram, também no mês de junho, a trazer um método especial de armazenamento para duas carnes selecionadas, T-Bone e Tomahawk, que ficam em um locker e passam pelo processo de maturação a seco, mantendo temperatura e umidade controladas durante 32 dias.


Estes cortes maturados se tornam iguarias para os apreciadores de carne, já que ganham, além de sabor, uma textura amanteigada.


Essa experiência é servida à parte do rodízio e atende bem até quatro pessoas. O Valor do T-Bone sai a R$ 170,00 e o Tomahawk R$ 225,00.


Ao final, um licor 43, de origem espanhola resultante de frutas cítricas e plantas aromáticas é uma boa pedida não apenas pelo sabor, mas também pelo poder digestivo.





Atendimento


Esse sem qualquer dúvida é um dos pontos altos do restaurante. Espere receber um atendimento premium desde a entrada do restaurante até o momento em que for servida a sobremesa.


Neste ponto, destaco a acessibilidade atitudinal presenciada no momento em que fui me servir no buffet. Ao notar que eu me aproximava do local para me servir, um colaborador se aproximou de forma delicada e me perguntou se eu precisava de qualquer tipo de auxílio.


Logo em seguida, quando informei que precisava da ajuda, ele me perguntou como poderia me ajudar, concedendo a mim, a autonomia de escolher a forma com que queria me servir e, da mesma forma, até o momento em que levamos o prato até a mesa. Cinco estrelas para acessibilidade atitudinal.



Localização





A três quadras da avenida mais acessível da América Latina - a Avenida Paulista -, a localização deste restaurante proporciona fácil acesso mesmo para quem pretente chegar a ter ele caminhando. Para este caso, a desvantagem fica por conta da volta por uma subida íngreme, mas que conta com rampas nas esquinas das calçadas.


Para quem vai de carro, há estacionamento no local que é terceirizado e, por isso, cobrado no valor de 20 reais por veículo.



Selo Passaporte Acessível

Foram avaliados os seguintes critérios para acessibilidade arquitetônica: entrada do local, presença de rampas e/ou elevadores, espaço entre mesas, banheiros, presença e/ou necessidade de corrimão.


Para acessibilidade atitudinal foram avaliados: percepção de conforto por parte da equipe d do local ao realizar atendimento, tipos de perguntas direcionadas ao cliente que vive com deficiência, bem como a seu acompanhante.




Acessibilidade Arquitetônica




Acessibilidade Atitudinal






  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

ACOMPANHE NAS REDES

EM DESTAQUE