As 10 ruas mais 'legais' do mundo


A Time Out, revista britânica que atua como guia das melhores experiências pelas cidades do mundo, elencou as 30 ruas mais legais do mundo e o Brasil não ficou de fora! A rua Três Rios, no bairro do Bom Retiro, no centro de São Paulo, ficou em 7º lugar.


Ao todo, 27 mil pessoas foram entrevistadas, além de especialistas locais e da própria publicação, que opinaram nos quesitos gastronomia, diversão, cultura e espírito de comunidade. Aliás, são esses mesmos critérios que o guia leva em consideração na hora de escolher os melhores bairros e, consequentemente, as melhores cidades.

Veja a lista:


1º Lugar: Smith Street, em Melbourne, na Austrália.



A Time Out conta que aqui, você nunca terá um momento de tédio. Há pubs movimentados, bares de vinho refinados, lojas de discos e padarias. À noite, os pubs, bares gays e casas de música ao vivo de Collingwood, bairro que abriga a rua, são um ímã para os moradores que gostam de dançar até a madrugada chegar.


2º Lugar: Passeig de Sant Joan, Barcelona





A pista corta a cidade de norte a sul e se estende por quatro bairros distintos. A parte alta é mais old-school, com bares e boutiques, como a Baylina, Bar Oller e Verdú. O extremo sul, por sua vez, está repleto de restaurantes estilosos como o Granja Petitbo e Chicha Limoná. Mas o que se destacada na rua, segundo o guia, é a maneira como se respeita os pedestres e ciclistas. As ciclovias percorrem toda a extensão da rua, enquanto as pessoas têm bastante espaço para caminhar, passear, e bancos para sentar.



3º Lugar: South Bank, em Londres



Bem ao lado do rio Tâmisa, o South Bank é uma área dinâmica no coração da cena cultural de Londres. O Southbank Centre, o National Theatre e o cinema BFI estão entre os melhores espaços de arte do mundo. O calçadão arborizado à beira do rio, repleto de restaurantes e pubs históricos, frequentemente abriga feiras e eventos. Na mesma região, os turistas podem subir a roda-gigante London Eye para admirar pontos de referência icônicos como o Big Ben e a Catedral de St. Paul.




4º Lugar: San Isidro, Havana - Cuba



Uma das ruas mais emblemáticas e movimentadas da Havana Velha é a San Isidro. Edifícios coloniais e neoclássicos predominam na área, erguidos entre os baluartes da antiga Muralha; galerias de arte, museus, lugares para saborear a comida típica cubana e diversos bares.


A estrada é o coração de um bairro que vai da Rua Egido à Avenida del Puerto e de Acosta a Desamparados. O escritor cubano e lutador pela independência José Martí nasceu nestas propriedades em 1853. Sua cidade natal é hoje um dos museus mais visitados da cidade.



5º Lugar: Sunset Boulevard, Los Angeles




O trecho chamado de Sunset Strip da Sunset Boulevard em West Hollywood tem sido famoso pela sua ativa vida noturna, pelo menos desde a década de 1950.

Na década de 1970, a área entre Gardner Street e Western Avenue era um centro de prostituição de rua. Pouco depois de um incidente bem divulgado em junho de 1995 , policiais expulsaram a maior parte das prostitutas na Avenida.

Parte da Sunset Boulevard, em Hollywood, também é às vezes chamada de "Guitar Row" devido ao grande número de lojas de guitarra e empresas relacionadas à indústria musical, incluindo estúdios de gravação.


A avenida é comemorada no filme Sunset Boulevard de 1950 e na série de televisão dos anos 50, 77 Sunset Strip.




6º Lugar: Witte de Withstraat, Rotterdam



Essa rua está repleta de vida com seus bares e restaurantes da moda. Você também encontrará muitas galerias de arte e centros culturais como o Witte de With Center for Contemporary Art. Aqui você pode esperar muitos restaurantes excelentes. O Eatery Bazar, especializado em refeições exóticas a preços acessíveis, é talvez o restaurante mais animado de Rotterdam, incluindo seu terraço confortável.


O restaurante vietnamita Vivu é para conhecedores, ou você também pode saborear excelente comida italiana no Oliva. O Café De Witte Aap foi citado como o melhor bar do mundo pelo Lonely Planet, então dê uma olhada pelo menos neste bar minúsculo, mas divertido. Do outro lado da rua, você encontrará o moderno Nieuw Rotterdams Cafe, estabelecido em um edifício imponente que pertenceu ao antigo jornal NRC.


7º Lugar: Três Rios, no Bom Retiro, em São Paulo




O guia destaca o bairro histórico como em “constante evolução”. A travessa, eles destacam, está a poucos minutos da bela Pinacoteca, além de pontuar que seus cruzamentos abrigaram várias gerações de famílias de imigrantes que se mudaram para o Brasil ao longo dos séculos – da Itália, Coréia, Grécia, Bolívia, Europa Oriental e outros lugares – todos trazendo na bagagem sua cultura e gastronomia local, abrindo seus próprios restaurantes por ali e criando uma das mais diversas cenas gastronômicas da cidade.


Para comera revista indica Hwang To Gil, de comida coreana e o Acropóles, especializado em pratos gregos fundado em 1959. Para beber? Café gelado na Bellapan Bakery, além de uma das excelentes tortas ou bolos.




8º Lugar: Haji Lane, Singapura



Este é um dos pontos mais badalados e em voga na cidade. No local, é possível encontrar grifes exclusivas, comerciantes independentes, galerias e elegantes cafés. Comparada ao Distrito Meatpacking de Nova York ou Shibuya de Tóquio, Haji Lane é um tesouro escondido, bastante popular entre as novas gerações em busca da cultura underground de Singapura. Reserve pelo menos uma tarde de compras nesta rua cheia de cores. As lojas em Haji Lane são pequenas e especializadas.


No local, você poderá encontrar ótimas seleções de marcas independentes, uma peça exclusiva de um designer local ou um item difícil de ser encontrado no mercado internacional. Explore centenas de álbuns e DVDs em uma das melhores lojas de discos da cidade ou veja artistas locais em algumas das galerias mais badaladas da cidade. Conhecida pela natureza efêmera de suas lojas e espaços de arte temporários, Haji Lane é uma constante metamorfose de moda, música e cultura de rua.



9º Lugar: Rua Rodrigues de Faria, Lisboa, Portugal




O local é uma ilha criativa ocupada por empresas e profissionais da indústria também e tem sido cenário de um diverso leque de acontecimentos nas áreas da moda, publicidade, comunicação, multimédia, arte, arquitetura e música gerando uma dinâmica que tem atraído inúmeros visitantes a re-descobrir esta zona de Alcântara.


Quem visita a Lx Factory pode fazer de tudo desde cortar o cabelo em um salão dos anos 50 quanto provar uma empanada argentina ou até provar algum drink do Rio de Janeiro. A dica

e não sair de lá sem passar pelo Café na Fábrica.




10º Lugar: Calle Thames, Buenos Aires



Uma rua movimentada que liga a elegante Palermo à mais ousada Villa Crespo, a Calle Thames é mais conhecida por suas cozinhas independentes e poços de água, muitos alojados em edifícios reaproveitados. Os amantes da gastronomia reverenciam o Sarkis econômico pela comida armênia tradicional e o Las Pizarras pelos pratos pequenos de qualidade, enquanto um público jovem janta na churrascaria asiática Niño Gordo, no bar de churros e taco Juan Pedro Caballero e no fornecedor de salsichas Chori. Mercat, um restaurante interno totalmente novo, abriga uma padaria judaica e um bar de vinhos. Na hora de coquetéis, o Tres Monos já se classificou como um dos melhores bares do mundo, o deli Cacho é especializado em aperitivos e o Puro Bistrô é o lugar para os aficionados de charutos e uísques.


Para conferir a lista completa clique aqui.




  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

ACOMPANHE NAS REDES

EM DESTAQUE