• Jéssica Paula

Novo parque no Japão pretende incentivar turismo sustentável e integração com a natureza






Se o futuro do planeta necessariamente será sustentável ou simplesmente não será, tal debate terá a qualquer custo de afetar práticas antes predatórias – como a indústria do turismo. Uma das mais afetadas diretamente pela quarentena exigida na atual pandemia, o turismo internacionalmente sempre foi sinônimo de poluição em níveis diversos e consumo excessivo e irresponsável, mas a cidade de Inabe, no Japão pretende aproveitar a volta do turismo em um por vir próximo para mudar tal impressão – e essa é a premissa do projeto Ugakei Circles, um parque turístico sustentável previsto para ser inaugurado na primavera japonesa de 2021.


Aqui o conceito de “glamping” define a experiência: juntando as palavras “glamour” e “camping” (glamour e acampamento, em inglês), a ideia é poder acampar na natureza sem exageros poluentes mas sem abrir mão do conforto.




Mas não somente: um grande centro educacional para crianças e adultos irá oferecer atividades, cursos e workshops sobre justamente a natureza e as formas sustentáveis e limpas de integração em atividades ao ar livre – além de uma recepção e lojas para os visitantes. “Nossa proposta é composta por uma família de círculos que define uma série de comunidades sustentáveis”, diz Flemming Rafn Thomsen, um dos arquitetos responsáveis pelo parque.


“O plano principal e os edifícios irão encarnar uma experiência única e regenerativa com a natureza. É nossa esperança que nosso projeto irá se tornar a base para um novo tipo de desenvolvimento regional baseado na natureza, que promove reconhecimento sustentável e oferece o presente que é a natureza para quem vive em centros urbanos”.






Fonte: Hypeness